Porta-voz da Presidência é diagnosticado com Covid-19

Equipe de Otávio do Rêgo Barros informou que ele está bem e isolado em casa

O porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, foi diagnosticado com o novo coronavírus. Segundo sua equipe, ele está bem e isolado em casa. Rêgo Barros é general da reserva do Exército e tem 59 anos. Ele recebeu o resultado na terça-feira.

Em março, uma onda de contaminação da Covid-19 atingiu integrantes do Palácio do Planalto após uma viagem do presidente Jair Bolsonaro aos Estados Unidos. O primeiro a ter o caso confirmado foi o secretário especial de Comunicação, Fabio Wajngarten. O porta-voz não integrou a comitiva.

Desde o início da pandemia, Rêgo Barros tem se mantido reservado, passando a maior parte do tempo em despachos internos na sua sala, no segundo andar do Palácio do Planalto. O último registro na agenda oficial do porta-voz data da quinta-feira da semana passada.

No fim do mês passado, ele foi visto pela reportagem do GLOBO deixando o prédio com uma máscara, acessório que não tem sido utilizado por grande parte dos integrantes do Planalto.

O resultado foi confirmado em nota à imprensa divulgada pela Presidência. Segundo o comunicado, ele realizou o teste na segunda-feira. “O general Rêgo Barros encontra-se em sua residência, cumprindo todos os protocolos recomendados e, até o momento, sem sintomas que mereçam maiores preocupações”, diz o texto.

Desde o início do ano, o porta-voz tem sido assistido ao esvaziamento dos seus poderes como interlocutor do presidente no Planalto. A mudança na estratégia de comunicação de Bolsonaro, que passou a dar declarações diárias a jornalistas na porta do Palácio do Alvorada, ajudou a sepultar os briefings antes praticamente diários do porta-voz no Planalto. A última interação de Rêgo Barros com a imprensa ocorreu no dia 17 de março.

Fonte: O Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *