Pré-Olímpico: Endrick erra pênalti, Brasil cria pouco e perde para o Paraguai

Seleção dirigida por Ramon Menezes estreia mal no quadrangular final e terá missão difícil por vaga na Olimpíada de Paris

A seleção brasileira sub-23 tropeçou logo na abertura da fase decisiva do Pré-Olímpico da Venezuela. Nesta segunda-feira, 5, diante do Paraguai, o país perdeu por 1 a 0 no Estádio Brígido Iriarte, em Caracas, em confronto pela primeira rodada do quadrangular final da competição, com o atacante Endrick desperdiçando um pênalti. O único gol da partida foi marcado pelo volante Peralta.

Com o resultado, Brasil fica na lanterna do grupo e aguarda atento ao resultado da partida de logo mais entre Argentina e Venezuela, no mesmo estádio, às 20h (de Brasília).

A seleção volta a campo na próxima quinta-feira, 8, para enfrentar os anfitriões do torneio. Na primeira fase, o Brasil acabou derrotado por 3 a 1.

A última partida ocorre diante da Argentina, no dia 11. As duas seleções com melhor pontuação no quandrangular asseguram vaga para os Jogos de Tóquio.

O jogo

O primeiro tempo foi marcado pela pouca inspiração da seleção comandada por Ramon Menezes. As raras chances de finalização saíam quase sempre dos pés da dupla de ataque formada por John Kennedy e Endrick.

Aos 14, a primeira delas: após troca de passes, Endrick foi lançado e driblou o goleiro Angel González. Sem ângulo para a finalização, o camisa 9 tentou um passe rasteiro na área, que acabou interceptado pela defesa paraguaia.

Nove minutos depois, aproveitando passe de JK, o atacante acabou derrubado na área por Gilberto Flores. A cobrança, porém, saiu fraca, no meio do gol, sem dificuldades para o goleiro.

Endrick passou em branco diante dos paraguaios - Joilson Marconne/CBF
Endrick passou em branco diante dos paraguaios – Joilson Marconne/CBF

O Paraguai respondia principalmente nas tentativas de cruzamentos na área, com boas chances desperdiçadas aos 24 e aos 32. O Brasil quase não criava, sendo previsível para a marcação adversária.

John Kennedy quase chegou ao primeiro gol aos 43, após passe de Endrick. Livre de marcação e com o gol aberto, o camisa 19 bateu rasteiro para fora.

Se o Brasil não conseguiu transformar as poucas chances em gol, os paraguaios foram mais eficientes.

Após cobrança de escanteio, a bola foi cortada pela defesa, mas voltou para a área com um lançamento de Vieira. O meio-campista encontrou Peralta livre para antecipar Mycael e fazer 1 a 0.

No segundo tempo, muita marcação e quase nenhuma chance de fato para incomodar os rivais. Ramon ainda tentou aumentar o poderio ofensivo com as entradas de Gabriel Pec, Marquinhos e Giovane, mas as mudanças não surtiram efeito.

No fim, de cabeça, o zagueiro Lucas Fasson quase empatou aproveitando cruzamento em cobrança de falta de Marquinhos. A bola passou próxima a trave.

Fonte: Placar


 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Portal Saiba Mais