Prefeita de Capitão Gervásio Oliveira sofre agressão após desfile cívico dentro de ônibus

A prefeita de Capitão Gervásio Oliveira, Gabriela Coelho, foi vítima de agressão física após participar de um desfile cívico em uma comunidade rural da região, na quinta-feira (07/09). O agressor, identificado como Mauro Ângelo, desferiu um soco contra a prefeita, causando ferimentos e gerando um incidente chocante que abalou a tranquilidade da localidade. 180graus

O incidente ocorreu no interior de um ônibus escolar pertencente à prefeitura, na localidade Raiz, logo após o término das festividades em comemoração ao 7 de setembro. Segundo relatos divulgados pela própria prefeita nas redes sociais, as agressões não se limitaram ao aspecto físico, envolvendo também intensos ataques verbais. A prefeita afirma que tentou estabelecer um diálogo com o agressor ao ser questionada, explicando as atividades realizadas no evento cívico, que incluíram gincanas e a revitalização de uma escola local, que estava abandonada.

Além da prefeita Gabriela Coelho, outra vítima da agressão foi identificada como Márcia, que também sofreu lesões durante o incidente, incluindo uma fratura. A prefeita relata que um terceiro indivíduo, ainda não identificado, filmou a ação, o que levanta suspeitas de que o ataque possa ter sido premeditado e planejado. Gabriela Coelho não hesitou em tomar medidas legais após a agressão. Ela imediatamente procurou a Delegacia Regional de Polícia Civil de São João do Piauí, onde registrou uma queixa formal contra Mauro Ângelo, buscando a responsabilização do agressor perante a justiça. Além disso, a prefeita submeteu-se a um exame de corpo de delito no Hospital Regional de São João, a fim de documentar as lesões decorrentes da agressão.

NOTA DE REPÚDIO

A Prefeitura Municipal de Capitão Gervásio Oliveira, vem por meio desta manifestar repúdio ao fato ocorrido nesta quinta-feira (07/09) na Comunidade Raiz.

Na ocasião um homem teria agredido duas mulheres, sendo uma delas a prefeita Gabriela Coelho, em atitude completamente inadmissível. A gestora e a outra vítima, moradora da comunidade Chapada da Colônia, tem recebido auxílio e apoio da Secretaria da Mulher Municipalista, bem como outras autoridades do município.

Que fique bem claro que, enquanto gestão deste município, atitudes como esta jamais serão toleradas e as devidas providências estão sendo tomadas.

NOTA DE REPÚDIO

A Associação Piauiense de Municípios (APPM), em nome de todos os prefeitos e funcionários desta Associação, repudia veementemente o lamentável e covarde ato de agressão ocorrido pela prefeita de Capitão Gervásio Oliveira e presidente do Conselho da Mulher Municipalista da APPM (CMM), Gabriela Coelho, nessa quinta-feira (07), enquanto participava da programação de evento municipal na Localidade Raiz.

São inaceitáveis atos de violência covarde contra Gestores Públicos no cumprimento de suas funções, a qual trabalham pela garantia da boa gestão, pela paz social e o cumprimento dos compromissos imputados pela administração municipal.

Tal atitude é injustificada, sobretudo, por se tratar de um ato violento que desnuda a dificuldade por que passam as mulheres no desempenho de suas funções e no pleno direito de sua cidadania.

É inadmissível, nos dias atuais, que atos violentos sejam utilizados para intimidar, e cremos que o respeito, a tolerância e a educação devem sempre se sobressair. Ressaltamos que qualquer forma de desrespeito a Gestores Públicos no exercício da função ou em razão dela, ainda que não haja agressão física, é CRIME.


WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 9 9922-3229

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Portal Saiba Mais