Prefeitura de Belo Horizonte libera música ao vivo em bares e restaurantes

Medida começa a valer a partir desta quinta-feira (18/2); público não pode dançar, nem permanecer de pé

Bares e restaurantes de Belo Horizonte podem retomar as apresentações de música ao vivo a partir desta quinta-feira (18/2). A autorização consta na portaria N° 0060/2021, publicada nesta quarta-feira (17/2) no Diário Oficial do Município (DOM).

Os estabelecimentos, contudo, não têm permissão para oferecer espaço para dança, nem devem deixar que o público fique de pé, para evitar aglomerações.
A norma também fixa protocolos para a performance dos músicos. As casas ficam obrigadas a instalar barreiras físicas de vidro ou acrílico para separar os artistas dos clientes.
Os cantores, instrumentistas e técnicos também estão proibidos de circular em meio à plateia e precisam usar máscaras sempre que for possível. Por exemplo: nos intervalos entre as apresentações.
  • Bares e restaurantes não podem oferecer espaço para dança, nem permitir que o público fique de pé
  • A exibição de eventos esportivos e outras atividades de entretenimento com potencial de aglomeração estão vedadas
  • Músicos devem ficar separados do público por barreiras físicas  de vidro, acrílico ou material equivalente
  • Artistas não podem compartilhar microfones, equipamentos ou instrumentos sem prévia higienização.
  • Cantores e instrumentistas não podem circular em meio à platéia
  • Eles também devem usar máscara em todos os momentos em que for possível
  • Estabelecimentos precisam orientar o público quanto às medidas de segurança para a prevenção da COVID-19 antes e depois de cada apresentação.

Por: Estado de Minas

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *