Prefeitura de Picos culpa a Sep pelo não repasse de parcela do convênio

Por conta do atraso no repasse jogadores e comissão técnica não receberam pagamento referente ao mês de outubro

Por José Maria Barros

Após três dias de silêncio a Prefeitura se manifestou publicamente hoje sobre o atraso no pagamento dos jogadores da Sociedade Esportiva de Picos (Sep). Em nota publicada no seu site oficial, o Palácio Coelho Rodrigues culpou o clube pelo não repasse da última parcela do convênio celebrado com o município no valor de 55 mil reais.
    
O valor total do convênio celebrado entre o município de Picos e a Sep é de R$ 165 mil divididos em três parcelas de 55 mil. As duas primeiras foram repassadas normalmente ao clube, mas, como a última parcela foi retida pela Prefeitura a diretoria não teve como honrar os compromissos com os jogadores e comissão técnica. 

Plantel da Sep denuncia falta de pagamento de salários e premiação pelo título/Foto: José Maria Barros.

Justificativa
    
Na nota de esclarecimento, a Prefeitura alega que a Sociedade Esportiva de Picos deixou de apresentar parte dos documentos relativos a sua regularidade fiscal e trabalhista, nos termos do que exigem os artigos 116 e 27 da Lei 8.666/93, bem como deixou exceder o prazo de 30 dias concedido para apresentar a documentação.
    
“Por conta disso, a Sep encontra-se inabilitada para a vigência do convênio, comprometendo o repasse das parcelas. A Prefeitura Municipal de Picos reitera a responsabilidade, bem como o zelo pelas práticas esportivas e aguarda a comprovação da regularização pela Sociedade Esportiva de Picos” – completa a nota que não vem assinada por nenhum representante do município.

Após conquista do título, prefeito e cartolas esquecem de honrar compromissos com atletas e comissão técnica da Sep/Foto: Divulgação.

Salários atrasados

Campeões da Série B e responsáveis pelo acesso do clube à primeira divisão do futebol piauiense no próximo ano, os atletas da Sociedade Esportiva de Picos (Sep) denunciaram o atraso no pagamento do mês de outubro. Eles também cobram a premiação prometida pela diretoria em caso da conquista do título.

Após vencerem a competição em 31 de outubro, os atletas de fora deixaram Picos e retornaram para suas cidades de origem. No entanto, doze dias depois eles alegaram que não receberam o que tinham direito e resolveram protestar. Criaram um grupo no WhatsApp, adicionaram jornalistas e relataram a situação caótica.

No final da manhã de ontem, 13, a reportagem do Informa Picos flagrou a comissão técnica da Sep, liderada pelo treinador Adelmo Soares, subindo as escadas do Palácio Coelho Rodrigues para falar com o prefeito Padre José Walmir de Lima (PT) e tentar resolver o impasse. No entanto, ao invés de resolver o problema, horas depois a administração publicou uma nota culpando o clube pelo não repasse da última parcela do convênio.

Presidente da Sep está viajando para São Paulo/Foto: José Maria Barros.

Enquanto o problema se agrava o presidente do clube, Rodrigo Santos Lima, o P2, está viajando para São Paulo.

Fonte: Informa Picos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *