Projeto que proíbe concessão de benefício social para presos é aprovado em Comissão

Para o autor da medida, a concessão de benefícios sociais a presos do sistema prisional podem incentivar a ocorrência de mais crimes.

Um Projeto de Lei que proíbe presos de receberem qualquer tipo de benefício social, a partir do trânsito em julgado da sentença condenatória, foi aprovado pela Comissão de Previdência, Assistência Social e Infância, Adolescência e Família da Câmara dos Deputados na última quarta-feira (07).

O texto, que propõe substituir o Projeto de Lei 3256/20, é válido para presos em cumprimento de pena nos regimes fechado ou semiaberto.

Para o autor da medida, deputado Fernando Rodolfo (PL-PE), a concessão de benefícios sociais a presos do sistema prisional podem incentivar a ocorrência de mais crimes, bem como o financiamento de outros atos ilícitos.

“Além de ser uma incongruência, a concessão de benefícios sociais a presos pode incentivar a prática de crimes, uma vez que ele pode utilizar o recurso para financiar atividades criminosas dentro e fora dos presídios”, frisou.

Além disso, a nova medida não faz mudanças substantivas ao texto original de autoria do ex-deputado Alexandre Frota. Entretanto, o documento determina a necessidade de aguardar o trânsito em julgado da sentença.

A medida, a partir de agora, tramita em caráter conclusivo e será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: Agência Câmara

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 9 9922-3229

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Portal Saiba Mais