Política

‘Randolfe Rodrigues deve ser investigado por roubo de celular’, afirma grupo de advogados

Gravação mostra o senador tomando o equipamento

O Instituto Nacional de Advocacia (Inad) pediu que a Procuradoria-Geral da República (PGR) investigue o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) pelo roubo de um celular. O grupo protocolou o documento nesta sexta-feira, 3.

A representação ocorre em razão de uma gravação que mostra Randolfe tomando o celular das mãos de Wilker Leão, que tentava entrevistá-lo. “Deixa eu terminar aqui”, disse o senador, quando pegou o equipamento.

Segundo o Inad, caso a PGR acate o pedido, o processo deve correr em sigilo. “O Ministério Público Federal pode instaurar investigação para apurar crime de roubo ou ou de qualquer outro crime que ele entender estar tipificado no episódio”, informou o instituo.

Randolfe é flagrado pegando o celular

Na quinta-feira 2, Leão publicou o vídeo com o episódio no YouTube. “O cara acha que pode roubar o meu celular e quebrar o meu relógio”, desabafa, durante a gravação. Na sequência, imagens registram uma nova agressão.

Leão ainda relata que, apesar de Randolfe ter pegado o celular, o influenciador foi levado para a Polícia do Senado, como se tivesse cometido um crime. De acordo com Leão, a pergunta ao parlamentar era sobre uma proposta de lei que pune quem fizer questionamentos a políticos.

“Eu tenho quase certeza que é de autoria dele”, comentou, sobre o projeto. “Pelo menos, eu já vi ele defendendo.”

Fonte: Revista Oeste

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Portal Saiba Mais