Municípios

Rio Parnaíba entra em cota de atenção em Teresina e Defesa Civil reforça monitoramento

O nível do rio Parnaíba atingiu a cota de atenção em Teresina. A informação consta no Sistema de Monitoramento do Serviço Geológico do Brasi, que mostra que o nível do rio ultrapassou a marca de 5 metros na tarde desta quinta-feira (23).

Na medição de 15h45, o Parnaíba já estava com 502 centímetros em Teresina, 12 cm a mais que a cota de atenção e a menos de 50 cm para atingir a cota de alerta.

O aumento do nível do rio em Teresina já era esperado após o aumento da vazão da barragem de Boa Esperança no início dessa semana e as fortes chuvas registradas nos últimos dias.

O Parnaíba também segue em cota de atenção na cidade de Floriano, com 6,08 metros na tarde desta quinta-feira.

Em Luzilândia, o rio atingiu a cota de alerta em Luzilândia (a 234 km de Teresina), alcançando a marca dos 5 metros.  Nesta quinta-feira, as equipes estiveram na região do Parque Encontro dos Rios, na zona Norte da capital.

Fotos: Renato Andrade/Cidadeverde.com

Rio Poti 

O rio Poti aparece com volume de 6,20 metros, em condições de normalidade e ainda distante da cota de atenção.

Foto: Ascom

Defesa Civil Monitora

Por causa do aumento do nível do rio, a Defesa Civil municipal tem intensificado o monitoramento. Nesta quinta, as equipes estiveram na região do Parque Encontro dos Rios, zona Norte da capital.

Após a vistoria, foi realizado um levantamento e monitoramento das áreas ribeirinhas, entre os rios Parnaíba e Poti. Segundo o gerente de operações da Defesa Civil, Marcos Rolf, os dados coletados apontam um aumento considerável do volume do rio.

No Parque Encontro dos Rios, a parte destinada à circulação de pessoas e a área dos quiosques não estão alagadas, no entanto a Defesa Civil isolou o local e está em alerta, orientando os responsáveis dos quiosques para fazer o remanejamento

O secretário de Defesa Civil informou que a pasta segue prestando assistência aos em locais com risco de deslizamentos, desabamentos, alagamentos e problemas estruturais de residências por todas as zonas urbanas e rurais da capital.

Outros rios 

Em Esperantina, o rio Longá permanece 10 centímetros acima da cota de alerta, com 6,5 metros.  O aumento da água tem causado transtornos à população e deixando famílias desabrigadas.

Em Barras, o rio Marataoan também permanece em cota de alerta, com 4,06 metros, faltando apenas 14 centímetros para cota de inundação.

Fonte: Natanael Souza/Cidade Verde

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 9 9417-2542

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Portal Saiba Mais