Suspeito de estuprar, torturar e matar piauiense de 30 anos é preso em São Paulo

A Polícia Civil indiciou um homem suspeito de ter matado a costureira Márcia Marqueliana da Silva, de 30 anos, na região do Jaraguá, na Zona Norte de São Paulo, na tarde do último dia 22 de fevereiro de 2018. Ela foi atacada a facadas, dentro do apartamento onde morava, depois de ser torturada e sofrer violência sexual. A jovem era natural da localidade Coitada, zona rural de Pedro II, no Norte do Piauí. As informações são do Portal P2.

O caso permanecia sem pistas até que, em janeiro, um homem foi preso em flagrante depois de ter matado a facadas uma universitária colombiana e ferido gravemente a irmã dela, também no Jaguaré, Zona Oeste.

Suspeito de estuprar e matar piauiense é preso pela polícia em São Paulo

A semelhança dos casos despertou atenção dos investigadores da equipe B-Sul, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (HDPP), pois o mesmo assassino também era vizinho da costureira, quando foi morta.

As investigações concluíram que o homem preso em janeiro, na área do 33º DP, pelo ataque às colombianas, era o mesmo que esfaqueou a costureira.

Márcia foi encontrada por vizinhos. Naquele dia, ela ia receber a filha de três anos que chegava da creche com a van escolar, mas como a motorista não encontrou Márcia, uma vizinha recebeu a criança. Preocupada, a mulher foi até o apartamento da costureira e achou Márcia já sem vida.

Veja reportagem:

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.