Temporais no RS: com chuva, Guaíba volta a subir e atinge 4,7 metros

Especialistas dizem que, “com essas chuvas, a gente tende a voltar acima dos 5 metros”

Na manhã deste sábado (11), o nível do Guaíba, que havia transbordado e inundado Porto Alegre nos últimos dias, voltou a subir devido à chuva persistente na Região Metropolitana desde sexta-feira (10). Segundo medições da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) realizadas no cais Mauá, o nível do lago aumentou 10 centímetros em apenas uma hora, passando de 4,6 metros para 4,7 metros entre 8h e 9h.

NÍVEL VINHA DIMINUINDO: Conforme o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), Porto Alegre registrou 38,3 milímetros de chuva nas últimas 24 horas. Os dados da ANA revelam que este é o aumento mais significativo no nível do Guaíba desde que o lago baixou dos 5 metros, ocorrido na última quinta-feira (9). Desde então, o nível vinha diminuindo até atingir 4,6 metros.

INSTABILIDADE CLIMÁTICA PERSISTE: A previsão indica que a instabilidade climática persistirá no Rio Grande do Sul ao longo do final de semana, com expectativa de que o volume de chuva ultrapasse os 150 milímetros em muitas áreas do estado.

Águas do Guaíba invadem Cais Mauá, em Porto Alegre. Créditos: Reprodução/Ceic Porto Alegre

Águas do Guaíba invadem Cais Mauá, em Porto Alegre. Créditos: Reprodução/Ceic Porto Alegre

PODE VOLTAR AOS 5 METROS: Especialistas destacam a “possibilidade de um novo aumento devido às chuvas previstas a partir do final de semana, podendo elevar o nível do lago novamente para a marca dos 5 metros”. No entanto, alertam que esse cenário pode ser prejudicado caso o vento sul se intensifique, o que poderia elevar o lago em aproximadamente 20 centímetros.

SITUAÇÃO NO RIO GRANDE DO SUL: No Rio Grande do Sul, os efeitos devastadores dos temporais e inundações já resultaram em 136 mortes, conforme relatado no mais recente boletim da Defesa Civil divulgado hoje. Além disso, há 141 pessoas ainda desaparecidas e 756 feridos.

CENTENAS DE MUNICÍPIOS AFETADOS: O estado enfrenta a situação crítica de 441,3 mil desabrigados, dos quais 71,3 mil estão em abrigos e 339,9 mil encontraram refúgio temporário com familiares ou amigos. Dos 497 municípios gaúchos, 444 enfrentam problemas derivados das intensas chuvas, impactando diretamente cerca de 1,95 milhão de habitantes.

Fonte: meio news.com


WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 9 9922-322

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Portal Saiba Mais