Teresina está no pico da segunda onda da Covid-19, avalia presidente da FMS

De acordo com o Gilberto Albuquerque, a atual situação deve se manter por mais três semanas.

A cidade de Teresina está vivendo o pico da segunda onda da Covid-19, informou nesta sexta-feira (2) o presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Gilberto Albuquerque. Ao G1, ele revelou que a atual situação deve se manter por mais três semanas.

“Nós estamos no momento no pico da Covid na capital e isso deve se manter numa estabilidade por mais três semanas, depois começará a cair significativamente, motivado por esse fechamento do comércio nesse feriado prolongado”, explicou.

De acordo com Gilberto Albuquerque, atualmente Teresina tem 20 pacientes com Covid em fila de espera por um leito clínico e 56 aguardam vagas de UTI.

“No começo da semana, esse número passava de 100 pessoas na fila de espera por leito de UTI. Vemos uma redução, mas ainda estamos no pico da doença”, destacou.

Nas últimas 24 horas, o Piauí registrou 1.206 casos da Covid-19 e 41 mortes. No mês de março, o estado bateu recorde e atingiu 790 mortes pela doença. O número é 503 casos a mais em comparação a fevereiro, que teve 287 casos.

Campanha de vacinação

Até o momento, o vacinômetro, ferramenta para acompanhar a evolução da campanha de vacinação contra a Covid-19 no Piauí, aponta que 268.850 pessoas já receberam a primeira dose de vacina no estado e 52.063 a segunda dose.

O Painel de Monitoramento da Vacinação contra a Covid-19 pode ser acessado através do site www.saude.pi.gov.br.

Por G1PI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *