UFPI tem queda de 13,5% nos recursos de custeio para o ano de 2021

A Universidade Federal do Piauí vai ter uma queda de 13,5% nos recursos de custeio para o ano de 2021. Esse percentual representa um montante de R$ 14,1 milhões a menos se comparado ao ano de 2020.

Em entrevista ao 180, Ricardo Alaggio, diretor de gestão de recursos da pro-reitoria de planejamento, disse que esse é o oitavo ano seguida de perdas reais na verba de custeio e que essa verba é a destinada ao funcionamento da universidade e não tem relação com pagamento de pessoa.

“É um corte no custeio, que vai pagar despesas correntes, não é em relação a pessoal nem investimentos. A administração está pensando nas prioridades, vai se reunir para poder pensar nas áreas. Vai ter haver corte”, explicou.

Alaggio complementa que em 2021 será um ano diferente, pois certamente haverá o retorno das aulas presenciais e para isso é necessária uma preparação.

Segundo ele, desde 2014, quando o Brasil começou a entrar em crise, há queda nos recursos, que antes chegavam a R$ 131 milhões e e agora é de R$ 90 milhões, e que levando em consideração a inflação, é uma queda de aproximadamente 50%.

“Vai acontecer em todas as universidade e nos dá um receio, vamos ter aumento dos gastos, nesse momento a universidade tem que ser cautelosa para sabe o que fazer pelo interesse maior que é o ensino”, concluiu Ricardo Alaggio.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *