Vereador é preso acusado de chefiar quadrilha de assaltantes no Piauí

Boa parte da quadrilha supostamente chefiada pelo parlamentar já foi presa e aguarda posicionamento da Justiça.

O vereador Marcelo Milânes Sousa (PP), de 52 anos, e um de seus cabos eleitorais, que não teve o nome revelado, foram presos na quarta-feira (11/03), suspeitos de arquitetar assaltos na região do município de São João da Serra, região Norte do Piauí.

A prisão foi realizada durante uma ação conjunta de cumprimento de mandados de busca e apreensão realizada pela Polícia Civil, através da 5ª Delegacia Regional de Campo Maior, e da Polícia Militar das cidades de Alto Longá e São João da Serra.

De acordo com a polícia, o vereador e o cabo eleitoral planejavam os crimes com ajuda de criminosos de diversos lugares. Marcelo Milanês Sousa é suspeito de chefiar a quadrilha de assaltantes.

Ainda segundo a Polícia Civil, boa parte da quadrilha já foi presa e aguarda posicionamento da Justiça.

Durante a operação, foi encontrada uma espingarda cartucheira, calibre .20, na residência do vereador, fato que agravou ainda mais sua situação, pois, segundo a polícia, o parlamentar é apontado como o responsável pelo fornecimento de informações privilegiadas, pela hospedagem e entrega das armas aos executores dos crimes investigados. Em dos assaltos bem sucedidos, foi subtraído aproximadamente meio milhão de reais.

Por Meio Norte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *