Vitória do River: Galo elimina o Bahia com gol no fim do jogo e avança na Copa do Brasil

A torcida e jogadores do Esporte Clube Bahia não pronunciam, em hipótese alguma, o nome do rival. Até mesmo quando a equipe vence, a equipe fala sobre o “triunfo”. Na noite desta quarta-feira (5), eles tiveram de engolir a vitória do River. 

Atual campeão piauiense o River Atlético Clube derrotou o Bahia por 1 a 0, no estádio Albertão, em Teresina (PI), e se classificou para a segunda fase da Copa do Brasil. O gol de Jean Natal, cobrando falta aos 42 minutos do segundo tempo, eliminou o Bahia na primeira fase do torneio. 

 
Pior para o tricolor baiano, que além de amargar a eliminação, terá um clássico pela frente no próximo sábado (8), justamente com o… Vitória, pela Copa do Nordeste. Pelo mesmo torneio, o River enfrentará o América (RN), domingo (9), no Albertão. 

O duelo do fim de semana entre River e América (RN) será apenas o primeiro em 2020. O clube potiguar empatou com o São Luiz (RS), fora de casa, e se classificou para enfrentar o time piauiense na segunda fase da Copa do Brasil – que terá partidas disputadas em 19 e 26 de fevereiro e 4 de março.

Vejas o melhores momentos da partida no vídeo abaixo:

Chuva e tensão
River e Bahia fizeram um jogo duro no Albertão, com domínio do tricolor baiano no primeiro tempo. O time comandado por Roger Machado foi dono das poucas chances de gol na etapa – em uma delas, o goleiro Mondragon fez boa defesa ao espalmar a bola para a linha de fundo. 

A forte marcação riverina no meio do campo era superada pelo Bahia com jogadas rápidas pelo lado direito. O River tinha o mesmo setor de seu ataque como melhor alternativa, em jogadas de Érico Júnior – mas, antes do intervalo, a torcida da casa comemorou mias disputas de bola vencida do que chances reais de gol.

No segundo tempo, o técnico Marcelo Vilar, que fez sua estreia no River, trocou os laterais e colocou Romário no ataque, no lugar de Valdo Bacabal. O Galo começou a crescer no jogo, mas ainda esbarrava na defesa do Bahia. 

Nos lances de bola parada, o River arriscava cruzamentos para a grande área. A defesa do time visitante afastava o perigo sem muito susto. 

Se por cima não dava certo, por baixo, veio o gol. Jean Natal cobrou a falta do lado direito da grande área. A bola quicou antes de chegar ao goleiro Douglas, que não alcançou. 

A desvantagem no placar não deu outra alternativa ao Bahia. Com poucos minutos para evitar a eliminação, o tricolor baiano buscou o empate. No último lance, Rossi chutou forte e acertou o travessão do goleiro Mondragon. Segundos depois, a partida foi encerrada. Vitória do River. 

Fábio Lima (da Editoria de Esportes) portal Cidadeverde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *