26% das prefeituras não vão conseguir pagar a 2ª parcela do décimo agora

Segundo a APPM, a crise financeira somada à situação fiscal e à queda na arrecadação faz com que haja essa incerteza quanto ao pagamento do restante do benefício.

A situação fiscal somada à crise econômica, à queda na arrecadação e a diminuição dos repasses da União está trazendo dificuldades aos municípios piauienses para pagar a segunda parcela do décimo terceiro salário dos trabalhadores. Segundo o presidente da APPM (Associação Piauiense de Municípios), o prefeito Jonas Moura (Água Branca), cerca de 25% a 26% dos municípios do Estado não vão conseguir pagar o restante do décimo terceiro agora.


Tratam-se de prefeituras que já conseguiram pagar a primeira parcela com dificuldades, mas que, no momento, não possuem condições financeiras de conceder a outra parte do benefício aos trabalhadores. Apesar de um quarto dos municípios piauienses estarem nesta situação, o prefeito de Água Branca acredita que já houve avanço nesse sentido porque, segundo ele, o número poderia ser maior.

“Avançamos bastante na questão da quantidade de municípios. No início do mês, a gente achou que ia ser mais, mas com o esforço que cada um vem fazendo e com a melhora que teve no repasse do FPM [Fundo de Participação dos Municípios] esse mês, houve essa diminuição”, diz. Vale lembrar que ao final de novembro, a própria APPM já havia dito que cerca de 74% das prefeituras piauienses tinham dificuldade para o 13º.

“Nenhum gestor gostaria que isso acontecesse, mas ainda estamos trabalhando no sentido de resolver essa situação”, finaliza o presidente da APPM.

Fonte: Portal O Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *