3° BEC completa 63 anos de história em Picos

O Exército Brasileiro com presença forte na “Cidade Modelo”.

O 3º Batalhão de Engenharia de Construção comemorou na última quarta-feira (15 de julho) o seu aniversário de criação, data em que foi criado o 1º Batalhão de Engenharia, pelo Decreto Nº 4.464 de 1942.

Fruto de sucessivas transformações, o 3º BEC foi transferido da capital do Rio Grande Norte, Natal, para a cidade de Picos-PI em 1970, e traz consigo a história do 3º Batalhão Ferroviário.

Chegada do 3° BEC

Na época, Picos tinha pouco mais de 20 mil habitantes. A população  recebeu com muita aclamação os integrantes do 3º BEC. A missão era desenvolver a região, por isso, no mesmo ano da chegada do Batalhão, foram iniciadas várias frentes de trabalho, entre elas a pavimentação da BR 020, que liga Brasília a Fortaleza e da BR 230, também conhecida como Rodovia Transamazônica, além da missão de construir a sede do 3º BEC.

Até 1980 o trabalho do 3º BEC era exclusivamente o de construção de estradas, mas por imposição da situação econômica do país e devido as condições de escassez de água na região, o batalhão mudou a filosofia de trabalho, passando a construir, também, barragens, poços artesianos e obras de irrigação. Merece destaque, a construção da Barragem de Bocaina, que tem capacidade para armazenar 106 milhões de metros cúbicos de água, sendo a maior obra hídrica já executada pela engenharia do Exército Brasileiro.

Também merecem destaque as obras de duplicação da BR 101, trecho compreendido na divisa entre a Paraíba e Pernambuco, e a construção e pavimentação das rodovias de acesso às Estações de Bombeamento 01 e 03, do Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco com as Bacias do Nordeste Setentrional, que também contempla a implantação das obras do Canal de Aproximação à estação de Bombeamento 01 e da Barragem de Areias. Pelo legado de bravura e em homenagem em ao Brigadeiro Manuel de Sousa Martins, piauiense proclamador da adesão do Piauí à Independência do Brasil, o 3º BEC recebeu o Estandarte e a denominação histórica “BATALHÃO VISCONDE DA PARNAÍBA”, concedida pelo Comandante do Exército através da Portaria nº 563, de 13 de outubro de 2000, consolidando, assim, os laços desta OM com o hospitaleiro povo piauiense.

Combatendo o bom combate, lutando contra o clima, a aridez e dificuldades de toda ordem, e dedicando-se ao Brasil, o 3º BEC vem formando, ano após ano, turmas de soldados aptos a atuarem em defesa da pátria, capacitando-os, também, para as mais diversas atividades próprias da engenharia de construção, e  contribuindo para a qualificação profissional de milhares de jovens ao longo desses 63 anos.

Muitas foram as ocasiões em que o 3º BEC esteve com o Braço Forte pronto para atender o chamado daPátria, e estendeu a Mão Amiga do Exército a quem precisa, fornecendo a ajuda necessária na nossa região, no território nacional, e em outras nações necessitadas.

A imagem dessas obras se reflete na gratidão do sertanejo, povo corajoso e trabalhador, que nos orgulha e motiva a fazer sempre melhor, e que inspira homens e mulheres da Engenharia na busca pelo desenvolvimento da Nação.

3º Batalhão de Engenharia de Construção, BATALHÃO VISCONDE DA PARNAÍBA, 63 anos contribuindo para mudar a realidade do Sertão Nordestino!

 

ASCOM 3° BEC

Revisão Folha Atual

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *