Esportes

Autor de processo confirma que Abel Ferreira é alvo de ‘procedimento criminal’ na polícia

Pedro Barros de Sousa acusa o treinador do Palmeiras e mais seis sócias de uma incorporada de crimes como fraude e associação criminosa

O autor da ação contra Abel Ferreira e mais seis cidadãos portugueses na 1ª Vara Cível da Comarca de Natal, capital do Rio Grande do Norte, confirmou ao R7 que o treinador do Palmeiras está sendo processado.

Pedro Barros de Sousa, que alega ter sido tirado do quadro de administrador da EdiBrasil Construções Ltda, afirma que existem uma ação judicial e um procedimento criminal correndo na Polícia Civil da capital potiguar contra Abel e os demais sócios da empresa.

“Há uma Ação Judicial Cível em andamento nas varas Cíveis de Natal, entreposta por mim contra a Edibrasil Ltda e os seus restantes sócios (7), onde se inclui o Sr.º Abel Ferreira”.

Entenda o caso

Na última sexta-feira (24), o jornal português A Bola revelou que Abel e mais seis pessoas ,(Álvaro Soliz Martins, Abílio Soliz Martins, Carlos Alberto Assunção Rocha, Benjamim Campos e José António Barros de Sousa) são citados na ação.

A empresa, ponto central da polêmica, atua na “incorporação de empreendimentos imobiliários” desde 2012, mas segundo Pedro, passou a ter problemas em 2021, ano em que Abel desembarcou no Brasil, para treinar o Alviverde.

Segundo informações do Lance! O processo corre desde o ano passado, e o acusador Barros de Souza já sofreu derrotas na justiça, mas por meio de recursos, mantém a disputa judicial.

O sócio da empresa acusa as sete pessoas de extorsão, e alega ter tido um prejuízo na casa de um milhão de euros.

Além disso, Barros de Souza cita assinaturas e carimbos tirados de contexto para favorecer o sócio-administrador Benjamin Jorge Ferreira Campos, que ganhou mais poderes, através disso.

Em processo que ainda está tramitando, o grupo pode responder por associação criminosa, falsificação de documentos, fraude fiscal e ocultação de patrimônio.

Em nota divulgada à imprensa, Abel Ferreira rechaçou as acusações.

É completamente falso que eu tenha sido acusado ou vá ser julgado em qualquer processo crime. Deste modo, qualquer notícia em que seja dito o contrário é completamente falsa e ofensiva da minha imagem e bom nome enquanto pessoa, responsabilizando todos aqueles que a criaram ou a divulgaram.

O Palmeiras também saiu em defesa do comandante português, e classificou a notícia como mentirosa.

A Sociedade Esportiva Palmeiras vem a público demonstrar apoio ao técnico Abel Ferreira, profissional e ser humano de insuspeitos caráter e reputação. O clube manifesta a sua convicção de que a verdade prevalecerá sobre as mentiras veiculadas nesta sexta-feira (24).

Fonte: R7

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 9 9417-2542

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Portal Saiba Mais