Candidata a vereadora é presa em flagrante comprando voto em Geminiano

Após serem autuados foi arbitrada o pagamento de fiança no valor de 10 salários mínimos (R$ 10.450,00) para a candidata e 1 salário (1.045,00) para o assessor.

A candidata a vereadora de Geminiano, identificada como Mariana Cipriano, filha do atual secretário de saúde do município, e seu assessor foram presos em flagrante pela Polícia Federal na madrugada deste sábado (14) acusados de compra de votos.

Em nota, a Polícia Federal informou que a prisão aconteceu por volta das 00h15, quando uma guarnição da Polícia Militar abordou o veículo da candidata e encontrou com ela e o assessor a quantia de R$ 4.300,00 e uma lista com os nomes de eleitores, além de material de campanha.

Após a prisão a candidata e o assessor foram conduzidos até uma equipe da Polícia Federal que foi designada a atuar na 62º Zona Eleitoral de Picos e lá foi lavrado o auto de prisão em flagrante.

Após serem autuados foi arbitrada o pagamento de fiança no valor de 10 salários mínimos (R$ 10.450,00)  para a candidata e 1 salário (1.045,00) para o assessor, após o pagamento os dois foram liberados.

Por Meio Norte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *