Caso Lucas: Corpo carbonizado não é do estudante, diz IML; Família “estranhou” resultado

De acordo com o advogado, família percebeu que as vestimentas do corpo são parecidas à de Lucas

O Instituto Médico Legal (IML) divulgou o resultado do exame de DNA do corpo carbonizado encontrado próximo ao Rodoanel, em Teresina. E o corpo, segundo a análise, não é do estudante de Direito Lucas Vinícius, desaparecido desde o dia 24 de abril deste ano, após supostamente cair da ponte Juscelino Kubitschek, no Rio Poti. Porém, de acordo com o advogado da família Thiago Tardelli, os parentes do desaparecido “estranharam” o resultado. Portal O Dia

“A família estranhou o resultado do exame de DNA. Visto que, teoricamente, o corpo carbonizado estaria com alguns indícios de vestimenta bem parecidos com os que o Lucas teria. Obviamente, a família pode solicitar um reteste, mas já temos noção que o laudo deu negativo”, disse Thiago Tardelli. Porém, não há certeza se os parentes pedirão um novo teste.

(Foto: Reprodução / Redes Sociais)

Ainda segundo o advogado, nos próximos passos da investigação, está a conclusão da perícia do telefone celular do desaparecido. Além da conclusão do inquérito. “O que mais estranha a família, é não ter sido encontrado o corpo. Só tem uma versão até aqui: a da namorada. Não tem nenhum outro depoimento”, finalizou o advogado.

Já fazem quase dois meses do desaparecimento do Lucas Vinícius. Ele caiu da ponte no dia 24 de abril. O caso deve continuar sendo investigado pela Polícia Civil. Dependendo das elucidações do desaparecimento, e chegada a conclusão, o Ministério Público pode ser oficiado.

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *