Corinthians vence Coritiba, vira vice-líder e tem boa impressão de trio

O Corinthians pode não ter sido perfeito, mas deixou boas impressões ao vencer o Coritiba por 3 a 1 na noite desta quarta-feira (20), na Neo Química Arena, pela 18ª rodada do Brasileirão. Róger Guedes, Adson e Raul Gustavo marcaram os gols da vitória; e Luciano Castán diminuiu.

A vitória reaproxima o Corinthians da briga pela liderança: agora tem 32 pontos e só um atrás do rival Palmeiras, que joga nesta quinta contra o América-MG. O Alvinegro volta a campo no domingo (24), quando visita o Atlético-MG por este mesmo Brasileirão.

Já o Coritiba tem 19 pontos, pode entrar na zona de rebaixamento até o final da rodada e na segunda-feira (25) pega o Cuiabá.

O JOGO DO CORINTHIANS

O Alvinegro foi para campo cheio de novidades: Cássio, Maycon e Willian voltaram após lesões, e Yuri Alberto fez sua estreia no comando de ataque.

Contra o pior visitante do Brasileirão, o time cumpriu a promessa de Vítor Pereira e teve mais posse de bola e intenção de atacar. O trio da frente deixou boa impressão, mas a equipe cedeu contra-ataques, foi mal na bola aérea e tomou sustos demais mesmo com um tripé de volantes.

CORITIBA SE FECHA

Apesar da prioridade à defesa, o Coritiba foi mais perigoso na primeira meia hora de jogo e perdeu gols incríveis em ataques rápidos: primeiro Alef Manga foi egoísta em um contra-ataque, depois Régis desperdiçou mais duas chances claras.

TIMÃO NA FRENTE

Querendo mais jogo, o Alvinegro ficou mais com a bola e foi apertando o Coritiba. Não chegou a ser uma pressão avassaladora, mas ficou nítido que este trio de ataque pode dar bastante trabalho.

Aos 26 minutos, Willian teve grande chance de frente para o gol, mas parou em Alex Muralha. Aos 35, Yuri Alberto dividiu dentro da área, cruzou, e Róger Guedes abriu o placar após erro da defesa adversária.

O time visitante poderia ter empatado o jogo quando teve dois atacantes contra só um zagueiro em contra-ataque, mas Cássio fez defesa salvadora.

No lance seguinte, porém, o Coritiba ganhou duas disputas aéreas dentro da área corintiana para empatar com Luciano Castán. Depois de tantos erros defensivos do Corinthians, o Coxa finalmente aproveitou.

O empate estagnou o Corinthians, que só criou uma chance em dez minutos (boa defesa de Muralha após chute de Guedes) e só mudou de postura com as substituições. Gustavo Mosquito e Adson deram velocidade nas pontas e foram fundamentais para garantir a vitória.

Mosquito cruzou as duas bolas que terminaram em gols: o primeiro feito por Adson após briga dentro da área, e o segundo feito por Raul Gustavo.

Recuperado de dores na região lombar, Cássio voltou a jogar e teve uma noite especial. Fez o 602º jogo com a camisa do Corinthians e assim igualou Ronaldo Giovanelli na lista dos jogadores que mais vezes defenderam o clube.

Fez duas ótimas defesas no segundo tempo e não teve o que fazer no cabeceio de Luciano Castán que terminou em gol. O camisa 12 pode se tornar o segundo do ranking nas próximas semanas se ultrapassar Luizinho, o “Pequeno Polegar” (606 jogos).

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.