Em Paulistana, policiais cumprem mandato e prendem suspeito de homicídio

O crime aconteceu no estado de São Paulo

Fonte: Portal Sanjoanense

Policiais do 20º Batalhão da Polícia Militar de Paulistana-PI cumprem mandato e prendem suspeito de homicídio. Ainda no mês de janeiro de 2020, o serviço de inteligência da Força Tática paulistanense recebeu informações de que uma pessoa, natural de Paulistana, teria cometido um homicídio com arma de fogo no estado de São Paulo, logo após o delito, o suspeito teria se evadido da cidade onde ocorreu o assassinato, vindo se esconder na sua cidade natal.

 Após tomar conhecimento dos fatos, imediatamente a Força Tática de Paulistana, através da Equipe Charlie e Polícia Civil, sob coordenação do Delegado Dr. Cicero Oliveira, contando também com o apoio na troca de informações do Tenente Souza Torres, atualmente servindo Força Nacional, e Polícias Militares  e Civis do Estado de São Paulo, prosseguiram com os levantamentos de informações que duraram cerca de 05 (cinco) meses.

Assim, após essa intensa troca de informações entre os Órgãos de Segurança Pública Estaduais do Piauí e de São Paulo, houve a elucidação do homicídio, identificando o acusado e o local onde o mesmo estava se escondendo.

Na última quinta-feira, dia 28/05, uma força tarefa da cidade formada pela Equipe Charlie da Força Tática e Polícia Civil, por volta das 17h00min, na Rua Piauí, Bairro Arapiraca, deram cumprimento ao mandado de prisão expedido pela Justiça do Estado de São Paulo, em desfavor de A.S.R,  com 33 anos de idade, acusado da prática do crime de homicídio.

Por fim, depois do fiel cumprimento do mandado judicial, o acusado foi apresentado na 12° Delegacia Regional de Polícia Civil  de Paulistana, para os procedimentos legais cabíveis, ficando à disposição da justiça estadual do Estado de São Paulo.

Participaram da operação, Equipe Charlie da Força Tática:   Tenente Vilela, Cabo Gilvan Belo, AL CFC Marivaldo, AL CFC Humberto e e Tenente Souza Torres da Força Nacional.

Equipe da Policia Civil Delegado Cícero Oliveira, Escrivão Flávio Nogueira e Agente Erick.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *