Esportes

Ex-empresário revela interesse de clube brasileiro em Robinho, condenado por estupro na Itália

Segundo o agente Wagner Ribeiro, o atacante de 39 anos tem receio de voltar a atuar no futebol brasileiro

Wagner Ribeiro, empresário responsável por levar Robinho ao futebol europeu em 2005, revelou que três clubes da Série B fizeram proposta pelo atacante. O agente revelou que uma das ofertas veio do Londrina, mas colocou como empecilho o receio do jogador, condenado por estupro na Itália, em voltar a atuar no Brasil.

“Três clubes aqui do Brasil querem o Robinho para jogar futebol. Da Série B. Um deles é o Londrina. O Sérgio Malucelli [presidente do Londrina], meu amigo, perguntou se haveria possibilidade. Ele falou: ‘Nós vamos fazer o melhor com o Robinho, nós precisamos subir, o Robinho joga futebol ainda'”, afirmou.

“Mas o Robinho está com medo de chegar lá e ter empecilhos com grupos feministas. No Atlético-MG, a torcida não deixou. No Santos, os patrocinadores. Eu não vejo possibilidade de ele voltar a jogar tão cedo no Brasil. A carreira dele está encerrada pelos problemas na Itália”, finalizou Ribeiro.

Robinho está afastado do futebol desde 2020. O atacante chegou a acertar o retorno ao Santos, mas a repercussão negativa fez com que a diretoria desistisse da contratação. Quando jogava no Milan, em 2013, o atleta estuprou uma jovem albanesa junto do amigo Ricardo Falco e outras quatro pessoas que não foram encontradas pela Justiça italiana. No ano passado, o caso foi julgado na última instância na Itália e o jogador foi condenado a nove anos de prisão.

Em novembro do ano passado, a Justiça italiana chegou a pedir a extradição de Robinho, mas a demanda foi negada pelo Ministério da Justiça do Brasil. A negativa foi baseada no artigo 5 da Constituição Federal, que proíbe a extradição de cidadãos brasileiros. Com isso, a alternativa para o Judiciário italiano foi solicitar o cumprimento da pena no país, possibilidade que pode acontecer segundo Flávio Dino, novo ministro da Justiça.

A informação foi incialmente divulgada em entrevista ao apresentador Benjamin Back, no podcast Benja Me Mucho.

Fonte: Lance

 por Lance

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Portal Saiba Mais