Governo do Piauí libera retorno de competições de ciclismo e motociclismo

As atividades esportivas de Ciclismo e Motociclismo estão sendo autorizadas para retornar gradatividade o seu funcionamento no Piauí ainda neste mês, mas sem a presença de público. Para isso, os eventos que promovem essas práticas devem atender ao cumprimento das medidas preventivas de enfrentamento da pandemia do novo Coronavírus, contempladas no Decreto Estadual em vigor durante o período em que acontecerão as atividades. Com isso, as primeiras competições de retomada do calendário irão acontecer o ciclismo irá abrir sua temporada com a Picos Pro Race, maior prova de mountain bike do estado.

“É com muita alegria que a Picos Pro Race será abertura do Campeonato Piauiense 2021 após dois anos fora do Campeonato Piauiense e agora a gente volta a valer pontos no ranking e assim poder somar junto a federação e fazer crescer o ciclismo piauiense. Será um belíssimo evento sem deixar de lado todas as preocupações que esse momento de pandemia merece. Temos um protocolo altamente rígido, inclusive com testagem de todos os atletas e isso foi possível graças a uma parceria entre a Picos Pro Race e a Secretária de Saúde”, disse Daniel Freitas mentor da PPR.

A autorização para o funcionamento das atividades foi pauta de reuniões do Comitê de Operações de Emergências em Saúde Pública do estado do Piauí (COE), juntamente com membros da Federação de Ciclismo do Piauí (FDP) e Federação de Motociclismo do Piauí (FDM), que apresentaram pré-calendários com data, tipo e quantidade de provas para o período de junho a dezembro de 2021.

O documento liberado reforça que o calendário proposto pelas federações para a realização das provas não garante sua efetivação, devendo ser feita a reavaliação dos riscos epidemiológicos, sanitários e ocupacionais próxima à data de cada prova. “A realização de todas as provas podem sofrer alterações. Tudo vai depender do contexto pandêmico no período previsto para o acontecimento das atividades”, explicou a diretora da DIVISA, Tatiana Chaves.

“A prova contará com toda a estrutura de um grande evento, assim como testagem gratuita para todos os participantes”, frisou o presidente da Federação Piauiense de Ciclismo, Fernando Correia Lima.
A Nota estabelece ainda alguns critérios que deverão ser obedecidos, como, a testagem dos participantes e o limite máximo de 100 pessoas nas provas, incluindo pilotos, equipe técnica e demais envolvidos na organização do evento.

A coordenadora de Portos, Aeroportos e Fronteiras da ANVISA no Piauí, Elizabeth Fernandes, também fez parte das discussões sobre o retorno gradativo das atividades e pontuou as regras vigentes relacionadas à chegada de participantes de outros estados ou países.  Os participantes dos eventos esportivos que tenham origem ou histórico de passagem por Reino Unido, África do Sul e Índia nos últimos 14 dias, por exemplo, ao ingressar no Brasil, deverá permanecer em quarentena pelo mesmo período.

“Quem vier do exterior, porém de outras localidades, brasileiro ou não, antes do embarque deverá apresentar à companhia aérea responsável pelo voo o teste laboratorial RT-PCR para rastreio da infecção pelo novo coronavírus com resultado negativo ou não reagente, realizado 72 horas antes do embarque”, explicou Elizabeth Fernandes.

Em relação aos voos nacionais não há restrições, porém, a ANVISA não aconselha a realização de viagens que não sejam essenciais.

Pâmella Maranhão, Cidade Verde, com informações do Governo do Estado

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *