Grêmio empata com a Chapecoense em jogo com expulsão e poucas chances

Não houve gol em Chapecoense e Grêmio, nesta terça-feira (26), pela 21ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, e o placar fechado é resultado de um jogo com poucas chances e desempenho fraco.

A partida, em Chapecó, ficou marcada pela expulsão de Bitello, ainda no primeiro tempo. O volante gremista acertou Perotti no pescoço e levou cartão vermelho direto depois da jogada.

O empate por 0 a 0 faz o Grêmio chegar a 37 pontos, enquanto a Chapecoense soma 23.

Para o Grêmio, o resultado é ruim. O time gaúcho pode ser ultrapassado por Vasco e Bahia na sequência da rodada. O placar também mantém o padrão gremista na Série B: problemático como visitante, com apenas 1 vitória em 11 partidas.

Na próxima rodada, o Grêmio visita o Guarani e a Chapecoense vai ao Rio de Janeiro jogar contra o Vasco.

Aos 23 minutos, Ferreira desabou no gramado por desconforto na coxa e abriu o período que mudou o jogo todo. Seis minutos mais tarde, Bitello entrou com a sola da chuteira no pescoço de Perotti e recebeu vermelho direto.

Aos 32, Lucas Leiva entrou no lugar de Campaz para recompor a defesa.

Foram duas versões de um mesmo Grêmio em Chapecó. Com 11 contra 11, o time de Roger teve dificuldades para ser criativo. Campaz, em contra-ataque contra três, foi o autor da melhor chance no primeiro tempo.

Na etapa final, Diego Souza tentou de cavadinha na saída de Saulo e protagonizou o segundo e último lance de perigo gremista no duelo.

A vantagem de um jogador a mais só apareceu depois do intervalo. O time da casa passou boa parte do segundo tempo pressionando o Grêmio, especialmente pelo lado direito.

Para materializar o cenário, os números: na etapa inicial a Chapecoense concluiu quatro vezes. Na volta do vestiário, mais de dez.

Fnte: UOL/FOLHAPRESS

 

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.