Hamilton vence, empata disputa e deixa definição da F1 para último GP

O inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, venceu o GP da Arábia Saudita neste domingo (5) e empatou com o holandês Max Verstappen, da Red Bull, na disputa pela conquista da temporada da Fórmula 1.

Verstappen foi o segundo colocado neste domingo. O finlandês Valteri Bottas, também da Mercedes, completou o pódio.

Com a vitória e o ponto extra da volta mais rápida da corrida, Hamilton chegou aos 369,5 pontos na temporada, mesma pontuação de Verstappen. O holandês, porém, ainda tem a vantagem de ter mais vitórias que o inglês durante o ano –9 a 8.

A decisão, portanto, ficará para o próximo domingo (12), no GP de Abu Dhabi, último da temporada.

A corrida foi marcada por paralisações. Antes de o primeiro terço da prova ser concluído, houve duas bandeiras vermelhas após acidentes. Quando o GP foi retomado, Verstappen largou bem, passou Hamilton e Ocon e assumiu a liderança da prova.

Faltando sete voltas para o final da corrida, porém, Verstappen tomou uma punição de 5 segundos após uma disputa entre os dois pilotos e Hamilton assumiu a liderança, posição que manteve até o fim da corrida.

A vitória amplia uma sequência positiva de Hamilton, que vinha diminuindo a diferença de pontos entre os dois. O inglês havia vencido as duas últimas corridas, no Brasil e no Qatar.

Essa foi a primeira vez que a Arábia Saudita sediou um GP. , em uma pareceria que tem sido alvo de severas críticas por associar a categoria a um governo acusado de violar os direitos humanos.

Hamilton falou sobre o tema antes da prova.

“Eu não posso fingir que eu tenho mais conhecimento do que alguém que cresceu nesta comunidade e é fortemente afetada por certas regras e o regime.

Eu me sinto confortável aqui? Eu não diria que me sinto, mas não é escolha minha estar aqui. O esporte escolheu isso. Se é certo ou errado, acredito que enquanto estivermos aqui, é importante promover conscientização”, afirmou o piloto da Mercedes.

Resultado final do GP da Arábia Saudita

1 – Lewis Hamilton (Mercedes)
2 – Max Verstappen (Red Bull)
3 – Valtteri Bottas (Mercedes)
4 – Esteban Ocon (Alpine)
5 – Daniel Ricciardo (McLaren)
6 – Pierre Gasly (AlphaTauri)
7 – Charles Leclerc (Ferrari)
8 – Carlos Sainz (Ferrari)
9 – Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo)
10 – Lando Norris (McLaren)
11 – Lance Stroll (Aston Martin)
12 – Nicholas Latifi (Williams)
13 – Fernando Alonso (Alpine)
14 – Yuki Tsunoda (AlphaTauri)
15 – Kimi Raikkonen (Alfa Romeo)

Não completaram

16 – Sebastian Vettel (Aston Martin)
17 – Sergio Pérez (Red Bull)
18 – Nikita Mazepin (Haas)
19 – George Russell (Williams)
20 – Mick Schumacher (Haas)

Fonte: Folhapress

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *