Militares intervêm e Bolsonaro desiste de demitir Mandetta

site de Veja informou há pouco que, após ouvir os ministros Walter Braga Netto (Casa Civil) e Luiz Eduardo Ramos (Governo), o presidente Jair Bolsonaro decidiu manter – por enquanto – o ministro Henrique Mandetta à frente da pasta da Saúde.

Mais cedo, os principais veículos de imprensa do país anunciaram que Bolsonaro já estava decidido e publicaria a exoneração de Mandetta ainda na tarde de hoje.

Informação que rapidamente se tornou assunto nas redes sociais, diante da expectativa de que a decisão fosse anunciada em reunião ministerial que acontece no Palácio do Planalto.

Mas a exoneração não estaria de toda descartada, diz Veja, já que a relação entre o presidente e o ministro está a cada dia mais desgastada.

Durante uma coletiva, Bolsonaro reclamou do ministro por falta de humildade. E no fim de semana, o presidente ameaçou usar a caneta contra membros de sua equipe que “de repente viraram estrelas e falam pelos cotovelos”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *