Policial militar mata esposa a tiros e depois tira a própria vida no DF

Um policial militar matou a própria esposa a tiros e em seguida se matou na madrugada deste sábado (06/06), em Ceilândia Sul, no Distrito Federal. As informações são do Metrópoles.

O policial, de 42 anos, teria utilizado a arma da corporação para matar a esposa, Adriana Valéria, de 46 anos.

Os filhos do casal, de 4 e 9 anos, estavam na residência no momento dos disparos, mas não foram feridos.

O policial era o 2º sargento Ricardo dos Santos Beserra, lotado no Departamento de Apoio Logístico e Finanças (DLF) da PMDF.

Os corpos foram encontrados pelo irmão da mulher,que teria ido até a residência, na manha deste sábado, para encontrá-la. Quando entrou no imóvel, o homem viu o casal caído no chão e acionou a PM.

O sargento havia pedido 15 dias de licença há pouco tempo, segundo fontes ouvidas pela reportagem. O militar não tinha problemas psicológicos ou sinais que mostrassem um possível quadro depressivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *