Professores da Rede Estadual iniciam greve por tempo indeterminado no Piauí

A categoria busca reajuste salarial linear para ativos e aposentados.

Os professores da Rede Estadual de Ensino iniciaram uma greve geral por tempo indeterminado na manhã desta quarta-feira (23).  A categoria busca reajuste salarial na carreira de forma linear de ativos e aposentados, em cumprimento ao novo piso dos professores da Educação Básica, que é de 33,24%, anunciado pelo Governo Federal no dia 27 de janeiro de 2022.

A categoria participou de uma assembleia geral no clube do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica Pública de Ensino (Sinte) e deliberam sobre o indicativo de greve.

Uma reunião de negociação com o secretário estadual de Ensino, Ellen Gera, está marcada para as 11 horas de hoje (23).

No dia 31 de janeiro, o governador Wellington Dias (PT) anunciou que iria cumprir a lei do piso nacional dos professores da educação básica. Com isso, o Piauí vai pagar – para a jornada máxima de 40 horas semanais – o valor de R$ 3.845,63.

Rede Municipal – Teresina

Os professores da rede municipal de Ensino de Teresina estão em greve desde o dia 07 de fevereiro de 2022.

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Teresina (Sindserm) informou ao portal ClubeNews que a categoria busca o “reajuste lienar do piso salarial do Magistério de 33,23%, além do rateio das sobras do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) de 2021”.

Os professores iniciaram acampamento em frente à Câmara Municipal de Teresina no dia 12 de fevereiro.

Sob protesto, vereadores aprovam reajuste do piso salarial do magistério em Teresina.

 

Fonte: Portal Clube News

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *