Regina Sousa diz que não é prioridade no PT cobrar fidelidade partidária

A vice-governadora Regina Sousa (PT) afirmou que a sigla não está preocupada em discutir fidelidade partidária com os prefeitos petistas nas eleições de 2022 neste momento.

A declaração vem após a oposição afirmar que prefeitos da base governista, em especial os filiados ao PT, estão sendo sondados a estarem no palanque oposto à base durante o pleito de 2022.

“O estatuto do partido é claro: depois da eleição é que se senta e se vê se tem alguma providência a tomar com relação à disciplina”, disse Regina Sousa sobre o PT cobrar fidelidade de prefeitos.

A vice-governadora pontuou ainda que esse assédio da oposição aos prefeitos da base é normal e que ninguém é obrigado a ficar em partido nenhum.

“Até o dia 31 vai ter tanta mudança de partido. Isso não é um tema que para nós seja relevante ficar discutindo agora”, completou Regina Sousa.

Nataniel Lima/Cidade Verde

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *