Sem plateia, artistas de circo passam necessidade em Patos do Piauí

A equipe é formada por 23 pessoas

Com o picadeiro e bancos vazios, essa é a realidade do Star Circo, que teve que fechar a portaria e desmontar a lona, após o início da pandemia. O circo está há dois meses na cidade de Patos do Piauí, localizada a cerca de 95 quilômetros de Picos.

De acordo com o proprietário, Severino Siqueira de Sousa, a equipe do circo é formada por 23 pessoas, entre elas crianças

“Tivemos ajuda do poder público municipal e de algumas pessoas, mas não foi suficiente. Você sabe que de onde não entra, a renda acaba. Estamos precisando de alimentos, material de higiene, qualquer ajuda é bem-vinda”, disse o proprietário.

Para driblar a crise, a equipe está fazendo algodão doce e pastéis que estão sendo vendidos na rua, mas com a recomendação de ficar em casa, as vendas não são suficientes para comprar a alimentação necessária.

Severino conta, que o Star Circo surgiu no ano de 1990 no Rio Grande do Norte e mesmo antes da pandemia, o fluxo de espectadores já não vinha tão bom.

“Nós não temos como trabalhar e estamos passando necessidade. Pedimos ajuda da população da região. As doações podem ser feitas aqui no circo, estamos localizados na BR 407. As ajudas podem ser feitas também pelo telefone (87) 99176-9034”, disse o proprietário.

Fonte: Picos40graus

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *