Semec propõe retorno das aulas presenciais para início de março em Teresina; proposta será analisada

Decisão deve ainda ser analisada e aprovada pelo Conselho Municipal de Educação. Proposta engloba inicialmente as turmas de 2º, 5º e 9º ano do ensino fundamental da rede municipal de Teresina.

A Secretaria Municipal de Educação (Semec) propôs que as turmas de 2º, 5º e 9º ano do ensino fundamental da rede municipal de Teresina retornem às aulas presenciais no dia 1 de março em ensino híbrido (remoto e presencial). As demais turmas devem continuar na modalidade de ensino remoto. A proposta deve ainda ser avaliada pelo Conselho Municipal de Educação.

A decisão foi divulgada após uma reunião promovida na manhã desta quarta-feira (10) pela Secretaria municipal de educação (Semec) e representantes do segmento. Segundo Larisse Portela, Gerente de vigilância em Saúde, a escolha dos alunos que vão aderir as aulas presenciais vai partir da família.

Escola municipal em Teresina — Foto: Divulgação/Semec Teresina

Escola municipal em Teresina — Foto: Divulgação/Semec Teresina

“Sobre a escolha dos alunos que irão aderir às aulas presenciais e as remotas, foi elaborado um protocolo especifico do setor de educação. Esse decreto dá para família o direito dessa opção. Em alguns casos, a equipe de educação vai escolher com os pais”, disse.

As escolas terão de disponibilizar:

  • Dispensadores de álcool em pontos estratégicos da escola;
  • Distanciamento entre carteiras;
  • Demarcação em todos os espaços;
  • Equipes para orientar os alunos;
Sindicato diz que retomada não é segura

O coordenador geral do Sindicato dos Servidores Municipais (Sindserm), Sinésio Soares disse que a retomada não é segura e que os profissionais exigem mais garantias como a testagem e vacinação dos professores.

“Nossa posição é a preocupação da defesa da vida. Temos dito que conhecimentos, que a gente seleciona para desenvolver, tem como recuperar, mas uma morte não tem. Na última assembleia que tivemos decidimos que sem vacina e sem testagem não tem como ter atividade presencial”, disse.

A vacinação dos trabalhadores da educação contra a Covid-19 será antecipada no Piauí, de acordo com ofício assinado pelo secretário de governo Osmar Júnior. Inicialmente, a categoria só seria imunizada na 4ª fase. Contudo, o Sindicato dos Professores e Auxiliares da Administração Escolar (Sinpro) solicitaram que os profissionais fossem inclusos na 2ª fase da vacinação.

Por  G1 PI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *