Vereadores tem projetos e requerimentos importantes aprovados pela Câmara de Jaicós; veja

Na Sessão Ordinária desta sexta-feira (30.ago) os vereadores, Divino Macêdo (PSB), Antônio Robert (PSB), Benedito Alencar (MDB) e Jessé Gonçalo (PSC), como também as vereadoras, Dalvenisa Nascimento a “Mocinha” (PSD) e Sirlene Lopes (PPL), tiveram requerimentos e projetos de lei importantes aprovados pelo plenário da Casa Legislativa.

De autoria do vereador Jessé Gonçalo (PSC) foi aprovado o Projeto de Lei Nº 23/2019 que denomina de Vitorino José de Sousa a avenida que parte da casa de Candido de Modesto em direção à Igreja Assembléia de Deus, localizada no Povoado Esquisito, zona rural do município de Jaicós.

Jessé também teve dois requerimentos aprovados. Em um deles, solicitando a Prefeitura de Jaicós a  construção de praça com espaços para lazer e prática de esportes no povoado Croazal.

“O povoado já possui um volume habitacional expressivo, com uma quantidade enorme de crianças, jovens e idosos, que necessitam de uma área aberta que ofereça, por exemplo, opções de lazer e prática de esportes, proporcionando conforto e valorizando a região”, justificou o vereador.

Em outro requerimento, Jessé Gonçalo solicita a implantação de uma academia da saúde no mesmo povoado, Croazal, argumentando: “A academia contribui para a promoção da saúde da população a partir da implantação de polos com infraestrutura, equipamentos para práticas corporais e atividade física e de lazer e modos de vida saudáveis”.

O vereador Benedito Alencar (MDB) teve indicação aprovada pelo pleno da Casa, na qual pede a Prefeitura de Jaicós que autorize o conserto do calçamento da rua Manoel Antônio Eduardo, travessa Vicente Ferreira de Sousa, avenida Marechal Alves Filho, rua José Alves Feitosa e travessa José Luiz de Carvalho (ladeira do Paraíso).

“O pedido justifica-se pelo fato de as pedras de calçamento estarem soltas e em alguns lugares já tem buracos, causando riscos de acidentes e dificultando o acesso de todos”, justificou o vereador.

O vereador Antônio Robert o “Robim” (PSB) teve dois projetos de resolução aprovados. No primeiro de Nº 03/2019 concede o Título de Cidadão Jaicoense Francisco Freire Júnior, pelos relevantes serviços prestados a sociedade jaicoense. 

No segundo de Nº 04/2019 concede o Título de Cidadania Jaicoense a Terezinha Ferreira de Morais.

A vereadora Sirlene Lopes (PPL) em seu requerimento aprovado pelo pleno, solicita ao Governo do Estado do Piauí, a implantação do Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão – CIAC no município de Jaicós.

A vereadora justificou em sua solicitação que o Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (CIAC) é um espaço físico construído pelo Governo do Estado e gerido pela Secretaria de Administração e Previdência que visa reunir toda a estrutura e concentra a prestação dos serviços públicos oferecidos pelo Governo do Estado do Piauí em um único espaço.

“Em nosso município o CIAC poderá reunir Emater, ADAPI, Supervisão Estadual de Ensino, Detran, IAPEP, SEFAZ e demais órgãos que tiverem interesse em realizar parceria junto ao Governo do Estado”, concluiu.

A vereadora Dalvenisa Nascimento a Mocinha (PSD) em seu requerimento aprovado pela Casa Legilslativa, solicita ao Diretor Presidente da Equatorial Energia Piauí, Raimundo nonato de Alencar Castro e e ao Escritório Local da CEPISA/Jaicós, a troca do transformador para equipagem do poço da localidade Santana de Alberto Gerônimo, zona rural do município.

“O transformador que há na localidade Santana próximo à casa de seu Alberto é pequeno e não suporta o equipamento do poço tubular que existe na localidade. Portanto, se faz necessário a troca por um transformador de maior capacidade para equipar o poço e abastecer a comunidade que tanto sofre com a falta de água”, disse Mocinha.

O vereador Divino Macêdo (PSB) solicita em seu requerimento aprovado pela Câmara Municipal, que a Prefeitura de Jaicós, através da Secretaria Municipal de Obras, faça o recolhimento do lixo domiciliar nas residências localizadas nos terrenos doados pelo município, entre os bairros Nossa Senhora das Mercês e João Melé.

“O local citado entre os bairros,  tem uma quantidade grande de residências e não há o recolhimento do lixo domiciliar, sendo que o lixo é jogado aleatoriamente no meio ambiente”, justificou.

   

 

 

Foto: Portal Saiba Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *