Vídeo: Polícia investiga churrasco em D. Expedito Lopes/PI que gerou aglomeração na quarentena

Imagens gravadas durante o evento mostram as pessoas reunidas sem respeitar a distância recomendada pelas autoridades da saúde como forma de prevenção à Covid-19.

Por Lucas Marreiros, G1 PI

A Polícia Civil do Piauí investiga um churrasco realizado na cidade de Dom Expedito Lopes, a 288 km de Teresina, no dia 30 de abril, quando já estavam em vigor os decretos do Governo do Estado e da prefeitura do município, que determinaram a quarentena e proibiram aglomerações como medidas de prevenção à Covid-19.

A investigação teve início após solicitação do Ministério Público do Piauí (MP-PI). Um vídeo feito durante o evento e recebido pelo G1, nessa segunda-feira (18), mostra as pessoas reunidas sem respeitar a distância recomendada pelas autoridades da saúde como forma de prevenção ao contágio.

O MP informou que um vereador da cidades estava presente no evento e que ele deveria ser intimado para depor. A Delegacia Regional de Picos é responsável por apurar o caso. A delegada Laura Carneiro não deu informações sobre a investigação, disse apenas que estão sendo feitas diligências.

O Ministério Público afirmou que as pessoas envolvidas podem responder pelo crime de infringir determinação do poder público destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa, previsto no artigo 268 do Código Penal. A punição pode ser de detenção, de um mês a um ano, e multa.

No dia em que o evento foi realizado, 30 de abril, o Piauí registrou 600 casos confirmados de coronavírus, segundo a Secretaria Estadual da Saúde (Sesapi). Até aquele momento, o estado tinha registrado 24 mortes por Covid-19 e 58 municípios com casos da doença.

Até essa segunda-feira (18), a Sesapi registrou 2.440 casos confirmados de coronavírus, 85 óbitos e 113 cidades atingidas pela pandemia. O município de Dom Expedito Lopes, que até o dia 10 de maio não tinha nenhum caso da Covid-19 confirmado, registrou um caso no boletim do dia 11 deste mês.

Vídeo:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *