Esportes

Após permanência na Série B, Presidente do Picos se desliga do cargo: “Alguém do Renê assume”

Após a frustração com a eliminação nas semifinais da Serie B do Piauiense e por consequência não conquistar o almejado acesso de divisão, o presidente do Picos anunciou que irá se desligar do cargo no mês de outubro. João Victor Pinheiros, de 25 anos, tinha dois anos à frente do clube e por questões pessoais tomou a decisão. A tendencia é que alguém do grupo do jogador picoense Renê assuma a presidência do Zangão.

“Mesmo se eu tivesse conquistado a classificação eu já tinha conversado com minha família que iria pedir o afastamento. Eu queria pensar mais em mim, viver mais para mim independente do amor que eu tenho pela SEP preciso ter amor por mim. Desde quando eu assumi a SEP eu adquiri gastrite nervosa, crise de ansiedade, engordei muito e isso estava me afetando. Era uma escolha que tomei bem antes de começar o profissional e antes do Sub20 também, mas eu tinha que cumprir meu trabalho dentro da SEP e fui levando isso”, explicou João Vitor, presidente do Picos.

Foto: Paula Monize/Cidadeverde.com

Presidente SEP – João Victor

João Victor deixou claro que a decisão estava tomada e que a eliminação na Série B apenas antecipou o anuncio. Mesmo com o fato de não ter conseguido colocar o Picos na elite do futebol piauiense o presidente avalia de forma positiva e com bons olhos o trabalho feito sob o comando do clube.

“Eu vejo como um trabalho bem feito independente de não ter conseguido levar a SEP para a primeira (divisão). Eu fui o único presidente que conseguiu que o clube vivesse do clube, não tive apoio financeiro de político, prefeitura ou de qualquer órgão público e independente de não ter conquistado o acesso a primeira a gente foi vice-campeão estadual (2020), vaga em Copa do Brasil, Copa São Paulo (sub20) e independente do que venham a falar saio de cabeça erguida e alma lavada”, acrescentou João Victor.

O lateral Renê, 30 anos, atualmente defende o Internacional de Porto Alegre sempre foi um dos nomes mais ativos em especial no setor financeiro da SEP e baseado nisso a tendência é que alguém do seu grupo, da sua confiança assuma a presidência até porque a categoria sub20 tem competição nacional para disputar no mês de janeiro 2023.

“Creio eu que alguém do Renê vai ser indicado para eleição, não é ser indicado e assumir e será pelo fato de ter a Copa São Paulo (de futebol Junior) para jogar agora em janeiro e alguém dele assume até janeiro e não sei se depois disso ele venha a desistir e entregar para alguém para que seja feita uma nova eleição”, explicou o presidente João, que fica no cargo até o mês de outubro. 

O Picos profissional só deve voltar a se movimentar no segundo semestre de 2023 quando irá disputar a Série B do Piauiense mais uma vez. Enquanto isso, a categoria sub20 do Picos pela primeira vez vai disputar a Copa São Paulo de Futebol Junior, principal competição de base do país.

Fonte: Cidade Verde/Pâmella Maranhão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Portal Saiba Mais