IBGE: Menor cidade do Piauí tem apenas 1.318 pessoas; veja o número de habitantes do seu município

Município de Miguel Leão, que fica a 88 km da capital, é o menos populoso do Piauí.

O IBGE publicou no Diário Oficial da União desta quinta-feira (31), a relação das populações dos municípios do país, segundo o Censo 2022, com atualizações dos seus limites territoriais. Pelos dados divulgados, o Piauí possui uma população de 3.271.199 habitantes (três milhões, duzentos e setenta e um mil e cento e noventa e nove). Teresina continua sendo a cidade com o maior contingente populacional do Estado: 866.300 habitantes.

Teresina, capital do Piauí. - (Arquivo / O DIA)Arquivo / O DIA

Teresina, capital do Piauí.

Parnaíba (162.159) e Picos (83.090) são, respectivamente, a segunda e a terceira cidades com as maiores populações do Estado. Menor cidade do Piauí, Miguel Leão, que fica a 88km de Teresina é o município menos populoso do Estado: são apenas 1.318 pessoas. A relação das populações dos municípios contempla as atualizações territoriais comunicadas ao IBGE entre 1º de agosto de 2022 e 30 de abril de 2023, no âmbito dos acordos de cooperação técnica mantidos com os órgãos responsáveis pela definição dos limites municipais.

Veja aqui a lista dos municípios e suas respectivas populações.

Miguel Alves, menor cidade do Piauí. - (Reprodução)Reprodução

Miguel Alves, menor cidade do Piauí.

A relação das populações dos municípios contempla as atualizações territoriais comunicadas ao IBGE entre 1º de agosto de 2022 e 30 de abril de 2023. Junto a esses resultados, o IBGE também divulga uma nota metodológica (confira aqui) a respeito das alterações ocorridas entre a primeira divulgação dos resultados do Censo Demográfico 2022 e a divulgação dos resultados de hoje, bem como as mudanças de limites territoriais implementadas entre 01/08/2022 e 30/04/2023.

População brasileira cresceu

A população total do país divulgada hoje sofreu uma variação positiva de apenas 0,008% frente aos resultados do Censo 2022 divulgados anteriormente. Os resultados populacionais de 12,1% dos municípios do país tiveram alguma variação ante a divulgação anterior, mas 98,4% dessas variações foram inferiores a 1,0%.

Números do IBGE servem como base para repasse de recursos

Os dados divulgados pelo IBGE servem como base para definir os coeficientes de distribuição do Fundo de Participação dos Municípios. O FPM corresponde a uma parcela da arrecadação federal que é distribuída entre os municípios conforme a população de cada cidade. Cabe ao Tribunal de Contas da União (TCU) calcular e publicar anualmente os coeficientes de participação de cada município.

No final de 2022, o tribunal fixou como critério de repasse para 2023 os dados de população referentes ao Censo de 2022. Em janeiro deste ano a decisão do TCU foi suspensa liminarmente pelo Supremo Tribunal Federal (STF).


Fonte: Portal o Dia


WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 9 9922-3229

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Portal Saiba Mais