Destaques

Laudo aponta que estudante de jornalismo, morta na Ufpi, estava com pescoço quebrado

Perícia do Instituto de Criminalística aponta que a estudante de jornalismo, Janaína Bezerra da Silva, 21 anos, estava com uma fratura no pescoço quando foi encontrada morta ontem (28) no campus da Universidade Federal do Piauí (Ufpi), a vítima estava com lesão pelo corpo e com indícios de violência sexual.

“O laudo aponta que ela estava com o pescoço quebrado e com lesões pelo corpo. Foi coletado material para fazer exame de DNA. Em seu depoimento, o estudante preso confirmou que manteve relação consensual com ela, mas tudo será investigado e esclarecido. Ele será indiciado por estupro”, disse o secretário Chico Lucas.

A estudante foi encontrada em uma sala do Departamento de Matemática, que fica a poucos metros da festa que acontecia no DCE (Diretório Central dos Estudantes). Ela estava deitada em um colchão, que segundo relatos, estava ensanguentado. A jovem foi levada para o Hospital do Primavera e morreu. Um mestrando de Matemática foi preso suspeito das agressões e violência sexual.

No atestado de óbito revela que a estudante teve “trauma raquimedular por ação contundente, por pancada, por uma posição sexual anômala ou ação das mãos por asfixia”.

Segundo o secretário, os policiais e delegado do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa) investigam o caso e que perícias foram feitas no local do crime.

O legista Joaquim Marques, coordenador do IML, informou que todos os exames foram feitos  e que a polícia já sabe a causa da morte da estudante.

“Foi coletado todo material, as vestimentas pra saber se têm material biológico para a identificação das pessoas”, disse o coordenador do IML.

Fonte: Yala Sena/Cidade Verde

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Portal Saiba Mais