Uncategorized

MP apura possíveis irregularidades em concurso em que filha e genro de prefeito ficaram em 1º e 2º lugar em Assunção do PI

Promotor disse ao g1 que vai verificar a empresa que realizou o concurso, a movimentação das provas antes da aplicação e se houve cumprimento dos requisitos para evitar fraudes no certame.

O Ministério Público do Piauí (MP-PI) abriu, nesta semana, um procedimento para apurar possíveis irregularidades no concurso no qual a filha e o genro do prefeito de Assunção do Piauí, Antônio Luiz Neto, o Netinho (PSD), ficaram em 1º e 2º lugar em um resultado preliminar divulgado na semana passada. Desde que as colocações se tornaram públicas, gerou-se uma polêmica e questionamentos sobre a idoneidade do certame.  G1 PI

Filha e genro de prefeito ficam em 1º e 2º lugar em resultado preliminar de concurso para procurador de município no PI — Foto: Reprodução

Filha e genro de prefeito ficam em 1º e 2º lugar em resultado preliminar de concurso para procurador de município no PI — Foto: Reprodução

Além do parentesco com o gestor, ambos ocupam cargos públicos. A filha é secretária municipal de finanças e o genro é vereador e presidente da Câmara Municipal. O prefeito e a prefeitura ainda não se manifestaram.

O genro do prefeito, o vereador e presidente da Câmara Municipal da cidade, Ronnivom de Sousa Lima (PSD), afirmou que o parentesco com o gestor “não tira a capacidade, mérito e conhecimento” do casal.

O promotor de Justiça Afonso Aroldo Araújo, da Promotoria de São Miguel do Tapuio, responsável pela comarca da qual Assunção do Piauí faz parte, informou ao g1, nesta sexta-feira (24), que já abriu uma Notícia de Fato para apurar possíveis irregularidades.

  • “Tive conhecimento do resultado e, diante da possibilidade de fraude, foi aberta a Notícia de Fato, que é como se fosse o boletim de ocorrência, quando acontece um crime e a vítima vai à delegacia, mas no caso do Ministério Público abrimos esse procedimento para averiguar as circunstâncias”, explicou.

O procedimento tem prazo de 30 dias, prorrogável por mais 60. Durante esse período, o promotor vai solicitar diversas informações para analisar e identificar, se houver, irregularidades no certame.

“A gente colhe algumas provas como saber a empresa que realizou o concurso, onde as provas chegaram primeiro, como foi a fiscalizar e a segurança criada para que não houvesse fraude”, afirmou Afonso Aroldo Araújo.

O promotor explicou a necessidade do procedimento antes de qualquer providência. “Não posso entrar diretamente com uma ação pedindo a anulação porque ainda é apenas uma suspeita. Não há provas. Se eu fizer uma ação sem apresentar provas, além de não dar em nada, ainda posso responder por abuso de autoridade”, pontuou.

O concurso

Pelo menos 59 candidatos tiveram suas inscrições para o certame homologadas para disputar as duas vagas ofertadas para o cargo de procurador do município. Desses, dez foram classificados.

A filha e o genro do prefeito ocupam o primeiro e o segundo lugar com 54 e 53 pontos, respectivamente. O terceiro lugar ficou 10 pontos atrás do presidente da Câmara, com 43 pontos.

Se convocados e caso queiram assumir os cargos, o casal terá que deixar os cargos que exercem atualmente. O rendimento mensal para procurador do município é de R$ 3.985,30 por 30h semanais.

O certame ainda está em andamento. Após a divulgação do resultado preliminar da prova objetiva, no dia 17 de março, iniciou-se a fase de envio da documentação da prova de título, que encerrou na quinta-feira (23).

O resultado da prova de título está previsto para 14 de abril e o resultado final para o dia 25. A empresa da banca responsável pelo concurso foi a “Gabriel & Gabriel, consultoria, projetos e serviços LTDA”, de nome fantasia “Gabriel Excelência”. O g1 tentou, mas não conseguiu contato.

O que diz o genro do prefeito
Aprovado em 2º lugar, Ronnivom Lima, afirmou ao g1 que ele e a esposa, Leila Maria Lima Mota, possuem três graduações cada, além de pós-graduações, e que o fato de terem parentesco com o gestor “não tira a capacidade, mérito e conhecimento” do casal.

“Tenho três graduações. Licenciatura em história e geografia, bacharel em ciências contábeis e bacharel em direito. Tenho oito pós-graduações, sendo uma pela UFPI. Atuo como contador na administração pública há mais de 15 anos e como advogado desde 2015”, informou o vereador.

O presidente da Câmara disse ainda que a esposa também possui três graduações, licenciatura em letras (português), bacharel em administração de empresas e em direito. Além de quatro pós-graduações.

Ronnivom Lima relatou que tanto ele como esposa se prepararam para disputar o concurso. “Estudo todos os dias ao menos uma hora. Estou sempre buscando conhecimento. Do mesmo modo, Dra. Leila é muito estudiosa”, contou o vereador.

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 9 9417-2542

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Portal Saiba Mais