Municípios

Mulher diz ter sido raptada há 30 anos e pede ajuda nas redes sociais para encontrar família no Piauí

Segundo Cleidiane de Siqueira, sua família é de Parnaíba, Litoral do Piauí.

A auxiliar de serviços gerais Cleidiane de Siqueira, de 34 anos, está à procura da sua família no Piauí. Ao g1, a mulher relatou que, por volta dos seus quatro anos de idade, ela foi levada por um casal para Pernambuco, estado onde mora até hoje. Desde então, ela nunca mais teve contato com seus familiares. Qualquer informação pode ser repassada pelo telefone 86 9 8141-2192.

Cleidiane mora com seu marido e seus dois filhos na Zona Rural de Iguaraci (PE). Aos 15 anos, ela teve seu primeiro filho e saiu da residência do casal que a criou. Ela contou que foi bastante maltratada ao longo da sua infância e adolescência.

“Ele foi assassinado e a mulher me maltratava muito. Ela chegou a quebrar meu dedo uma vez. Quando eu tive a minha primeira filha, eu a processei, mas não deu em nada”, afirmou.

Um familiar do casal que criou Cleidiane a contou que a sua família é do município de Parnaíba, Litoral do Piauí. Essa é a única informação que a mulher possui da sua família biológica.

“Eu estou compartilhando a minha procura nas redes sociais. Fica difícil eu me deslocar para o Piauí para procurar a minha família sem uma localização, um ponto referência. Sem ter isso, eu fico sem saber o que fazer”, declarou.


Fonte: aura Moura e Lucas Marreiros, g1 PI


WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 9 9417-2542

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Portal Saiba Mais