Esportes

Palmeiras ganha do Mirassol no interior e assume liderança geral do Paulista

Sob os olhares da cantora Iza, o Palmeiras derrotou o Mirassol no interior paulista por 2 a 0 nesta quarta-feira.

O time alviverde foi mais eficaz e saiu vitorioso do Estádio Municipal José Maria de Campos Maia, o Maião, graças, principalmente, ao garoto Giovani, que entrou na etapa final e deu as duas assistências para Breno Lopes e Atuesta irem às redes.

O duelo desta quarta-feira fechou com atraso a quinta rodada do Paulistão.

“Sabia que 2023 tinha tudo para ser um grande ano para mim. Trabalhei muito pra isso”, disse Giovani, eleito o craque da partida. No ano passado, ele sofreu com uma série de lesões e teve poucas oportunidades no time profissional.

O Palmeiras manteve a invencibilidade no Estadual e assumiu a primeira colocação geral do torneio. São nove 11 somados, fruto de três vitórias e dois empates.

O triunfo fez o time reaver a liderança do Grupo D, até então nas mãos do Santo André, que tem dez pontos. O Mirassol é o vice-líder do Grupo A, com quatro pontos. A chave é liderada pelo São Paulo.

Iza decidiu prestigiar o namorado, Yuri Lima, camisa número 5 do Mirassol, no interior paulista e quase gritou gol do volante. Abriu um sorriso quando o atleta soltou um chute potente perto da trave direita defendida por Weverton.

A cantora viu o time de seu namorado incomodar o atual campeão paulista, brasileiro e da Supercopa no primeiro tempo, mas concluir mal as jogadas e ser dominado pelos visitantes nos últimos 45 minutos.

Na etapa inicial, a equipe do interior conseguiu encontrar espaços e deu mais trabalho para Weverton do que o Palmeiras exigiu do goleiro César.

O Mirassol levou perigo em chutes de fora da área de Zé Roberto, Danielzinho e Birô, enquanto que o time alviverde nada fez senão reclamar de um pênalti não marcado em lance envolvendo Breno Lopes, travado ao finalizar.

O Palmeiras, escalado com reservas, só encontrou seu bom futebol quando Abel Ferreira colocou os jovens oriundos da base em campo Usou o promissor Giovani e o fenômeno Endrick.

Os garotos produziram em poucos minutos mais do que Tabata e López haviam feito em todo o primeiro tempo e justificaram as mudanças. Giovani foi o nome da partida.

Saiu dos pés de Giovani, após bonita jogada individual, o cruzamento perfeito para Breno Lopes marcar de cabeça o gol do triunfo aos 22 minutos da etapa final. Ele contou com a colaboração do goleiro César, infeliz no lance.

Nos minutos finais, o talentoso atacante de 19 anos, que já teve proposta de R$ 100 milhões do Ajax recursada pela diretoria palmeirense, mostrou que merece mais chances de Abel Ferreira e deu outra assistência para Atuesta marcar o segundo e sacramentar a vitória fora de casa.

O Palmeiras faz no sábado, às 18h30, o clássico com o Santos no Morumbi. No mesmo dia, mas às 15h30, o Mirassol visita o São Bento em Sorocaba.

Fonte: Estadão Conteúdo

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Portal Saiba Mais