Destaques

Policiais penais do Piauí embarcam para atuar contra atentados criminosos no RN

Policiais penais do Piauí embarcam neste sábado (25) para o  Rio Grande do Norte que enfrenta o 12º dia de ataques comandados por uma facção criminosa que atua dentro e fora de presídios no estado. A missão dos profissionais piauienses, que têm  expertises de intervenção, é reestabelecer a ordem do sistema prisional e segurança da população.

No Rio Grande do Norte, os alvos dos criminosos têm sido prédios públicos, comércios e veículos. Até o momento, mais de 180 suspeitos foram presos, sendo parte transferido para presídios federais,  e apreendidas armas de fogo, simulacros de arma de fogo, artefatos explosivos, galões de combustíveis, veículos, munições, dinheiro, drogas e produtos furtados.

Os quatro policiais penais piauienses embarcam às 14h30, no Aeroporto Senador Petrônio Portella, em Teresina.

Aliomar Teixeira, diretor adjunto da  Diretoria de Unidade de Administração Penitenciária (Duap), relembra que o Piauí tem sido solidário em momentos de crise e, em anos anteriores, enviou parte do efetivo também para os estados do Ceará (2019) e Pará (2021).

“Sempre fomos muito sensível e solidário à situações dessa natureza em ações coordenadas pelo então Departamento Penitenciário Nacional, hoje Secretaria Nacional de Políticas Penais (Senappen). É uma forma de valorização do nosso policial penal que encontra nessas missões a relevante oportunidade para a aquisição de conhecimento. A partir do momento em que vivencia situações diferentes, é exposto a situações de elevado risco, replica as experiências na nossa rotina penitenciária, o que agrega qualitivamente o nosso serviço”, destaca o diretor adjunto da Duap.

Vilobaldo Carvalho, presidente do Sindicato dos Policiais Penais do Piauí, acrescenta a qualificação dos profissionais piauienses e avalia a situação no Rio Grande do Norte como um atentado à democracia, às instituições e à ordem pública.

Foto: divulgação Senappen

“São ataques terroristas que merecem uma resposta dura do Estado de forma integrada por todas as forças policiais, Ministério Público e Poder Judiciário. Na verdade é uma reação a não imprimir no sistema prisional uma desordem. Os policiais penais do RN são destemidos e têm feito um trabalho duro para manter a ordem, disciplina e segurança do sistema prisional potiguar. O Piauí, com toda deferência aos demais, temos os policiais penais talvez mais preparados do Brasil. Temos buscado nos qualificar, aprimorar nosso trabalho e estamos preparados para enfrentar qualquer desafio”, enfatiza Vilobaldo Carvalho.

Fonte: Graciane Araújo/Cidade Verde

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 9 9417-2542

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Portal Saiba Mais