Técnico da seleção, Tite é xingado e processado em R$ 516 mil

O treinador está envolvido em uma polêmica com um corretor de imóveis

No fim de sua era pela seleção brasileira, o técnico Tite está vivendo um pequeno caos fora dos gramados.

De acordo com o portal de notícias ‘Esporte News Mundo’, o treinador foi processado por compra de uma cobertura na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

A Ativa Imobiliária, que deveria ser responsável pelas negociações envolvendo o imóvel, cobra R$ 516,7 mil de comissão do treinador.

Alega-se, pelo valor cobrado, que Tite driblou a empresa e comprou a cobertura diretamente com o dono. Após o episódio, o treinador foi chamado de ‘desonesto’ por um dos corretores.

Tite já garantiu a seleção brasileira na Copa do Mundo do Catar, que será disputada entre novembro e dezembro de 2022. Nas eliminatórias, até aqui, o Brasil somou 42 pontos, com 13 vitórias e três empates em 16 partidas disputadas.

Por IG

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *