GeralMundo

FBI endossa tese segundo a qual a covid-19 surgiu em laboratório da China

FBI endossa tese segundo a qual a covid-19 surgiu em laboratório da China

O diretor do FBI, Christopher Wray, afirmou que a covid-19 vazou de um laboratório em Wuhan, na China. A declaração endossou o argumento do Departamento de Energia dos Estados Unidos, segundo o qual o novo coronavírus surgiu em razão de um incidente científico. Wray disse ainda que o governo chinês tem tentado frustrar os trabalhos de investigação sobre a origem do patógeno.

“Há algum tempo, o FBI há algum tempo avalia que as origens da pandemia são provavelmente um possível incidente em um laboratório em Wuhan”, disse Wray, durante uma entrevista à Fox News, na terça-feira 28. “O governo chinês, parece-me, tem feito o possível para tentar frustrar e ofuscar o trabalho que estamos fazendo, e isso é lamentável para todos.”

A China reagiu às declarações do diretor do FBI. Em coletiva de imprensa nesta quarta-feira, 1º, Mao Ning, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, criticou a fala.

Para Mao, os EUA estão politizando as investigações em torno da origem da covid-19, com a tese segundo a qual ela teria vindo de um laboratório da China. Ela alegou que esse tipo de estudo só pode ser conduzido por cientistas.

“Colocar a comunidade de inteligência no comando por uma questão de ciência é um sinal claro de que a questão foi politizada”, disse a diplomata. “Dado o histórico da comunidade de inteligência dos EUA de inventar histórias, há pouca ou nenhuma credibilidade em suas conclusões. Os EUA não conseguirão desacreditar a China repetindo a teoria do vazamento de laboratório, mas apenas prejudicarão a reputação do país.”

Fonte: Revista Oeste

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Portal Saiba Mais