Preso suspeito de ser o líder “geral” de facção criminosa no Piauí; arma da PM também foi apreendida

Um homem suspeito de ser o líder “geral” de uma facção criminosa no Piauí foi preso na manhã desta terça-feira (14) durante a operação Draco 117, do Departamento de Repressão às Ações Criminosas Organizadas, no Sul do estado.

Ao todo, estão sendo cumpridos 27 mandados de busca e apreensão e 17 mandados de prisão nas cidades de São Raimundo Nonato, Bom Jesus, Canto do Buriti, Demerval Lobão e Campo Maior, em desfavor de membros de facções responsáveis por várias práticas criminosas, entre elas homicídios, tráfico de drogas e roubos. De acordo com a Polícia Civil, a ação tem o objetivo de desarticular a célula de uma organização criminosa que atua na região.

Segundo o Draco, o líder preso é mais conhecido como ‘Visionário’ e teria sido enviado de São Paulo para São Raimundo Nonato para coordenar todas as ações da facção criminosa. Com ele, também foi apreendida uma pistola que pertence à Polícia Militar do Piauí.

“Esse indivíduo veio do estado de São Paulo para organizar essa célula criminosa, um indivíduo com diversas passagens criminosas, inclusive com envolvimento em um dos homicídios que está sendo apurado, aquele homicídio em que uma pessoa foi enterrada em cova rasa com seu corpo totalmente esquartejado. É um indivíduo que tem participação direta nesse homicídio, foi ele que deu a autorização para a morte para que seus comparsas realizassem a morte e posteriormente desovassem o corpo naquela residência”, explicou o delegado Eduardo Aquino.

Além dele, sua esposa, que também é considerada a “geral” da mesma organização criminosa no estado de Tocantins, foi presa.

“Dois indivíduos de alta periculosidade, integrantes de organização criminosa, do alto escalão e residindo aqui na cidade de São Raimundo Nonato”, acrescentou Eduardo Aquino.

Ainda segundo a investigação, os alvos da operação têm envolvimento com os recentes homicídios que ocorreram este ano no município de São Raimundo Nonato, entre eles, o duplo homicídio que aconteceu no mês de fevereiro, onde as vítimas foram amarradas e executadas a tiros no bairro Aeroporto; o homicídio de um homem identificado como Gleidson Roberto Araújo Santos, que foi encontrado em um campo de futebol no bairro Santa Luzia, além do caso de um homem que teve o corpo esquartejado, queimado e enterrado no quintal de uma residência no bairro Umbelina.

Durante as diligências, também foram apreendidos dois carros de luxo e dinheiro.

A operação contou com apoio operacional da Delegacia Especializada no Combate à Facções Criminosas Homicídios e Tráfico de Drogas (DFHT) de Picos, Diretoria de Polícia do Interior (DPI), Departamento de Roubo e Furto de Veículos (DRFV), Diretoria de Operações de Trânsito (DOT), Força Estadual Integrada de Segurança Pública (FEISP), Departamento Estadual de Repressão ao Narcotráfico (DENARC), Força Tarefa de Parnaíba, delegacias das cidades de Oeiras, Paulistana, São João do Piauí, Canto do Buriti, Campo Maior e BOPAER da Polícia Militar do Piauí.

Fonte: Rebeca Lima e Tiago Melo (TV Cidade Verde)


WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 9 9922-322

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Portal Saiba Mais